A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Vaga de calor: termómetros começam a descer

Vaga de calor: termómetros começam a descer
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os termómetros começaram a descer este domingo, depois da intensa vaga de calor que assolou uma grande parte da Europa na última semana.

Em França, algumas cidades perderam quase 15 graus Celsius nas temperaturas máximas, embora no leste e sul do país o calor intenso continue a fazer-se sentir, com várias regiões ainda em alerta laranja, a ultrapassar os 35 graus.

As temperaturas elevadas, associadas a uma seca prolongada, facilitaram um grande número de incêndios, tanto em território francês, como na vizinha Espanha.

Um agricultor francês explica que "era suposto fazer a colheita esta semana, mas com as plantas a sofrer com a vaga de calor, debaixo deste sol intenso, está tudo acabado. Estão queimadas e agora não valem nada".

Nos Alpes, as temperaturas excecionalmente altas dos últimos dias ofereceram imagens raras: graças as correntes de ar quente, um grande número de praticantes de parapente pode voar até ao cimo do emblemático Monte Branco. Na passada sexta-feira, as temperaturas no ponto mais alto da Europa ocidental chegaram aos 13 graus, quando normalmente rondam os zero graus nesta altura do ano.