Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Conselho Europeu tenta ultrapassar impasse

Conselho Europeu tenta ultrapassar impasse
Direitos de autor
European Union - Mauro Bottaro
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho Europeu retomou os trabalhos para chegar a um compromisso sobre as nomeações para os cargos de topo da União Europeia.

Depois do impasse criado pelo veto do Grupo de Visegrado ao nome do holandês Frans Timmermans, para liderar a Comissão, o nome da ministra da defesa da Alemanha reúne cada vez mais consenso.

Ursula von der Leyen conseguiu o apoio de Polónia, Hungria, República Checa e Eslováquia.

No Twitter, o porta-voz do Governo de Budapeste, Zoltan Kovacs, garantiu que os quatro de Visegrado apoiam a ministra germânica da defesa para suceder a Jean-Claude Juncker no cargo de presidente da Comissão Europeia.

Segunda a Agência France Press, o nome de von der Leyen foi proposto pelo presidente Emmanuel Macron. De acordo com a AFP, esta solução abriria caminho para que uma francesa, Christine Lagarde, assumisse a presidência do Banco Central Europeu.

O acordo que está agora em cima da mesa excluiria, assim, Frans Timmermans para liderar a Comissão Europeia.

No Twitter, o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou que um acordo está para muito breve.

Os líderes europeus estão pressionados para conseguir um compromisso nas nomeações para os cargos de topo da União Europeia pois a eleição do presidente do Parlamento Europeu, está agendada para esta quarta-feira em Estrasburgo, em França.