Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Medalha de Prata para Catarina Costa no Grande Prémio de Judo de Montreal

Medalha de Prata para Catarina Costa no Grande Prémio de Judo de Montreal
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Teve início o primeiro Grande Prémio de Judo de Montreal, a ter lugar no histórico Parque Olímpico da cidade. A prova conta com a participação de 249 atletas de 50 nações.

A judoca portuguesa Catarina Costa teve a melhor exibição da seleção portuguesa, arrebatando a medalha de prata da categoria de -48 kg, ao perder frente à japonesa Wakana Koga, no ponto de ouro da final, face a uma projeção para waza-ari da adversária.

Momento da final entre Catarina Costa e Wakana Koga

Actual 11.ª da categoria, esta temporada a jovem de 22 anos foi terceira no Grand Slam de Baku e quinta nos Jogos Europeus em Minsk.

A prova contou com a presença da lendária Nadia Comaneci, a nova embaixadora da Federação Internacional de Judo, que alcançou o famoso “dez perfeito” nos Jogos Olímpicos de Montreal de 1976. A ginasta e o presidente da Federação Marius Vizer, assistiram à final entre Catarina Costa e Wakana Koga.

Nadia Comaneci e Marius Vizer

A nossa Mulher do Dia

A primeira jornada começou bem para a nação anfitriã com a final de -57kg a ser disputada entre duas canadianas na sua melhor forma, Christa Deguchi e Jessica Klimkait. Foi Christa Deguchi quem reivindicou a medalha de ouro e se sagrou a nossa mulher do dia, com uma fantástica técnica de estrangulamento para ippon.

"Percebi que não seria uma luta fácil mas desta vez fiz o meu melhor, ganhei uma medalha de ouro para o Canadá. Sinto muito orgulho, estou feliz pela minha família e feliz por ter tido o apoio do público presente."
Christa Deguchi

O Homem do Dia

O nosso homem do dia é o japonês tri-campeão do mundo e medalhista olímpico de bronze Naohisa Takato. Depois de despachar os seus adversários nos preliminares com uma enorme variedade de técnicas e estilos de judo, o judoca defrentou, na final de -60kg, o russo Robert Mshvidobadze, onde prevaleceu por ippon com um espectacular contra-ataque. O combate foi uma repetição da final do ano passado, em que o japonês confirmou o seu domínio.

Naohisa Takato foi condecorado com a medalha de ouro pelo presidente da Federação Internacional de Judo Marius Vizer.

"Na minha preparação para estas competições não faço nada de diferente, mas o certo é que adoro o judo, vejo muitos vídeos de judo e tento praticar repetindo vários golpes e técnicas, e é isso que me leva ao meu melhor desempenho."
Naohisa Takato

As restantes categorias em prova

Kherlen Ganbold, da Mongólia, sagrou-se campeão em -66kg ao derrotar na final o belga Kenneth Van Gansbeke.

Jacob Valois conquistou a segunda medalha do dia para o Canadá, de bronze, a sua primeira medalha no circuito mundial de judo, ao derrotar em -66kg o australiano Nathan Katz, perante o delírio dos fãs.

Em -52kg, a medalhista de prata no Mundial de Júniores, Gefen Primo, de Israel, conquistou a medalha de ouro, derrotando a norte-americana Angelica Delgado, após um longo combate. A judoca ficou comovida ao receber a sua primeira medalha de ouro na competição.

O Movimento do Dia

O nosso movimento do dia coube ao irlandês Nathon Burns, no combate pelo bronze em -66kg frente ao marroquino Imad Bassou. O judoca marcou ippon no segundo derradeiro do combate, arrebatando a sua primeira medalha de sempre na prova.

Nathon Burns e Imad Bassou

A seleção portuguesa

Para além de Catarina Costa, a participação portuguesa em Montreal incluíu os judocas Maria Siderot, a competir também em -48kg, Joana Ramos em -52kg e Gonçalo Mansinho em -60kg. Maria Siderot alcançou o sétimo lugar e Joana Ramos e Gonçalo Mansinho foram eliminados na primeira ronda.