A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

GP de Zagreb: para Takanori Nagase a história repete-se

GP de Zagreb: para Takanori Nagase a história repete-se
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No segundo dia do Grande Prémio de Zagreb, a Eslovénia, Grã-Bretanha, Israel e Japão arrebataram as 4 medalhas de ouro nas categorias em prova: os -63kg e -70kg femininos e os -73kg e -81kg masculinos.

Um grupo de crianças croatas tiveram a oportunidade de participar numa sessão de Judo num tatami do circuito mundial de prova e de aplaudir as estrelas da modalidade durante a cerimónia oficial de abertura, realizada no complexo desportivo Dom Sportova, na capital da Croácia.

A cerimónia contou com discursos do embaixador da Federação Internacional de Judo, o famoso artista Albano Carrisi, da presidente da Federação Croata de Judo, Dra. Sandra Corak, e do ministro croata dos Assuntos Estrangeiros e Europeus, Gordan Grlić Radman.

Gordan Grlić Radman, Sandra Corak and Albano Carrisi

Takanori Nagase: a história repete-se

O nipónico Takanori Nagase revelou-se o nosso homem do dia. Com o triunfo no Grande Prémio de Montreal ainda fresco, o judoca lutou na final de -81kg frente ao mesmo adversário, o canadiano Antoine Valois-Fortier, que superou com a mesma confiança.

Déjà vu na final entre Takanori Nagase e Antoine Valois-Fortier

Apesar de não participar no próximo Campeonato do Mundo, a sua recente onda de vitórias poderá impulsionar as suas ambições olímpicas.

Takanori Nagase
Apesar de já ter lutado várias vezes com o Antoine Valois-Fortier, o que torna a competição mais difícil, decidi concentrar-me no meu Judo. O meu corpo reagiu espontaneamente ao meu ataque e consegui o Ippon. Estou muito satisfeito com o meu resultado.
Takanori Nagase

Gemma Howell: duas provas, dois títulos

A britânica Gemma Howell denfrentou na final de -70kg a holandesa multi-campeã Kim Polling, vencendo-a com um brilhante Kouchi Gari que lhe valeu uma pontuação Waza-ari nos segundos finais do combate.

Este é o segundo título em duas provas da britânica, que se sagrou a nossa mulher do dia.

Gemma Howell
Claro que sabia que tinha que tentar perder algum tempo no tatami até ao tempo terminar, e tinha o braço direito dela na mão, por isso abracei-o como se fosse o melhor peluche do mundo, e esperei pelo fim. Fiquei feliz quando me levantei e vi que faltavam apenas dois segundos.
Gemma Howell

Tohar Butbul: a galope até ao triunfo

O judoca Tohar Butbul, de Israel, teve um dia fantástico, com uma série de arremessos que lhe valeram um Ippon atrás do outro e passando sem problemas por nomes como o do russo especialista em Ashi-wazaDenis Iartcev, até à final nos -73kg. O último combate foi difícil mas o judoca de Israel prevaleceu sobre o canadiano Arthur Margelidon por Waza-ari, reivindicando a vitória.

Tina Trstenjak reina suprema

A campeã olímpica da Eslovénia, Tina Trstenjak, venceu nos -63kg a meia-final frente à holandesa Sanne Vermeer e na final frente à nipónica Nami Nabekura. O ponto alto do seu dia foi um contra-ataque Ouchi Gari, no duelo dos quartos de final frente a Kiyomi Watanabe, a competir pelas Filipinas.

Denis Iartcev: esforço mínimo, eficiência máxima

O nosso movimento do dia coube ao russo Denis Iartcev, no combate pela medalha de bronze nos -73kg. O seu contra-ataque frente ao japonês Arata Tatsukawa demonstrou na perfeição um dos princípios fundamentais do judo - esforço mínimo, eficiência máxima.

Denis Iartcev e Arata Tatsukawa

A seleção portuguesa

O judoca de 29 anos Jorge Fernandes chegou ao terceiro combate nos -73 kg, que perdeu por Ippon frente ao espanhol Salvador Cases Roca, que viria a terminar em sétimo. Na mesma categoria, Nuno Saraiva perdeu, no segundo combate, com Denis Iartcev.

Bárbara Timo, nos -70 kg, e Anri Egutidze, nos -81 kg, foram eliminados nos primeiros combates.

Recorde-se que, na sexta-feira, Telma Monteiro foi a melhor portuguesa, terminando no sétimo lugar da categoria de -57 kg.

No domingo, último dia da prova, estarão em ação os judocas que competem nas categorias mais pesadas: Yahima Ramirez e Patrícia Sampaio em-78 kg, Rochele Nunes em +78 kg e Jorge Fonseca em+100 kg.