Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

"Exterminador" congolês condenado pelo Tribunal Penal Internacional

"Exterminador" congolês condenado pelo Tribunal Penal Internacional
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Conhecido por "exterminador", o antigo comandante rebelde congolês Bosco Ntaganda, foi condenado por 18 crimes de guerra e contra a humanidade pelo Tribunal Penal Internacional. Crimes que incluíram assassínios, violações, escravatura sexual e perseguição étnica no conflito na República Democrática do Congo, entre 2002 e 2003.

A sentença será determinada numa audiência futura.

Sem mostrar qualquer sinal de arrependimento, o antigo comandante rebelde tinha-se declarado inocente.

A milícia liderada por Ntaganda, as Forças Patrióticas para a Libertação do Congo, foi responsável pelo massacre de aldeias inteiras.

Mais de 60 mil pessoas, na maioria mulheres e crianças, morreram durante o conflito, em que milícias disputaram o controlo de regiões do Congo.