Última hora
This content is not available in your region

Lega de Salvini poderá estar implicada num escândalo de corrupção

euronews_icons_loading
Lega de Salvini poderá estar implicada num escândalo de corrupção
Tamanho do texto Aa Aa

O vice primeiro-ministro e ministro do Interior italiano poderá estar implicado num escândalo de corrupção.

As autoridades judiciais italianas estão a averiguar se o partido Lega, dirigido por Matteo Salvini, recebeu milhões de euros provenientes de um negócio secreto de venda de petróleo russo.

As alegações datam de fevereiro passado. Esta quarta-feira o site norte-americano Buzzfeed publicou uma gravação de um encontro em Moscovo no qual estaria presente um associado próximo de Salvini.

O ministro do Interior negou qualquer ligação ao caso.

"Sabe quantas pessoas falam umas com as outras? Será que a Lega recebeu um cêntimo que fosse? Não! E quem escrever o contrário já foi processado ou será processado nas próximas semanas", disse o Ministro italiano do Interior, Matteo Salvini.

A jornalista da euronews, Giorgia Orlandi, acompanha esta história a partir da capital italiana, Roma.

"A abertura de uma investigação pela procuradoria de Milão sobre o alegado financiamento russo da Lega de Matteo Salvini mostra o impacto da publicação feita pelo site Buzzfeed.
As reações vieram do mundo da política e um dos primeiros a reagir foi o próprio Salvini que negou qualquer envolvimento no caso afirmando que se trata de um ataque premeditado cujo objetivo seria destruir o seu partido. O primeiro-ministro, Giuseppe Conte também reagiu expressando total confiança em Salvini. Do lado do partido Democrático as reações foram mais duras. Os democratas apelaram à criação de uma comissão para investigar o caso a fundo".

A lei italiana proíbe os partidos de aceitarem financiamentos de entidades estrangeiras. No passado, Salvini tem-se mostrado empenhado em reforçar os laços com a Rússia tendo-se comprometido em terminar as sanções europeias atualmente em vigor contra o país.