Ministro francês da ecologia mantém-se no cargo

Ministro francês da ecologia mantém-se no cargo
Direitos de autor Ludovic Marin/Pool via REUTERS/File Photo
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

François de Rugy promete pagar quaisquer despesas consideradas indevidas

PUBLICIDADE

O ministro francês da ecologia vai manter-se no governo. François de Rugy encontra-se envolvido num escândalo relacionado com despesas excessivas que incluem obras e jantares faustosos.

Após uma reunião com o primeiro-ministro francês, Edouard Philippe, o ministro da ecologia no governo de Emmanuel Macron comprometeu-se a submeter as despesas ao órgão de fiscalização da Assembleia Nacional. De Rugy afirma que reembolsará quaisquer despesas contestadas.

No centro do escândalo estão revelações surgidas esta semana segundo as quais De Rugy e a sua mulher teriam organizado mais de uma dezena de jantares de luxo para amigos na residência oficial. Os eventos teriam tido lugar entre junho de 2017 e Outubro de 2018, altura em que ocupava o cargo de presidente do parlamento.

Igualmente em causa estão obras na residência oficial do ministro que teriam custado 63 mil euros.

As revelações criam dificuldades adicionais para o presidente francês que tenta lutar contra a imagem de "presidente dos ricos".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lega de Salvini poderá estar implicada num escândalo de corrupção

Áustria: Escândalo não afeta votos?

Alan García: o escândalo da Odebrecht no Peru