Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Política atual austríaca domina Festival de Dança de Viena

Política atual austríaca domina Festival de Dança de Viena
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da calma nas ruas, vivem-se dias extraordinários na Áustria. O governo caiu depois do chamado Caso Ibiza, um escândalo corrupção. Com eleições marcadas para setembro, até os eventos culturais são dominados pela atualidade política.

A corrupção foi o tema da abertura do Impulstanz, o Festival de música de dança de Viena.

O diretor não esconde que é crítico da viragem do país à direita.

"Fiquei muito surpreendido quando no governo anterior tivemos o Nazi da semana, todas as semanas. Era uma espécie de lei", conta Karl Regensburger, diretor do festival.

A encenação de MacBeth retrata aqui o caso de Uwe Barchel, um político alemão dos anos 80, encontrado morto na sequência de um escândalo. Regensburger estabelece um paralelo com o momento atual na Áustria.

"É inacreditável. Apesar de todos saberem da corrupção, estes políticos tornam-se mais populares entre os eleitores", diz Karl Regensburger.

Também o público do Festival está pessimista com as próximas eleições.

"Tenho a ideia de que é uma espécie de círculo vicioso. Ora vira para um lado, ora para o outro e depois aparece um novo grande escândalo. Tenho medo que não se façam mudanças duradouras.", conta um outro.", conta um austríaco que assistiu ao festival.

O chamado escândalo de Ibiza derrubou o governo de Sebastian Kurz, mas pouco mudou nas sondagens. Kurz vai provavelmente ser de novo chanceler. O seu partido tem uma vantagem de mais de 15%. O Partido da Liberdade, que esteve na origem do escândalo, sofreu um desgaste mínimo. De acordo com as sondagens, vão estar em terceiro lugar, depois dos social-democratas.