EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Ucrânia volta às urnas para eleições legislativas antecipadas

Ucrânia volta às urnas para eleições legislativas antecipadas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo os analistas, a antecipação destas eleições deve favorecer o partido do atual presidente, Volodymyr Zelenskyi.

PUBLICIDADE

Domingo é dia de eleições legislativas antecipadas, na Ucrânia. Segundo os analistas, a antecipação destas eleições deve favorecer o partido do atual presidente, Volodymyr Zelenskyi.

O partido "O Servo do Povo" sai favorecido pela enorme popularidade de Zelenskyi, mas espera-se que outros 4 partidos atinjam o mínimo exigido de 5% para conseguir representação parlamentar.

A “Plataforma de Oposição – Para a Vida” de Yuri Boiko, um aliado próximo do Presidente russo Vladimir Putin, tem muita força no sul e no leste do país, mas o projeto político "Solidariedade" de Petro Poroshenko também recebe destaque.

Assim como o o partido “Voz”, da estrela de rock Svyatoslav Vakarchuk e o "Pátria" da ex-primeira-ministra ucraniana, Yulia Tymoshenko.

Ao prometer mudança radicais no sistema no país, Zelensky esmagou o antecessor, Petro Poroshenko e agora promete caras completamente novas no Parlamento.

"Se colocarmos esses candidatos em grupos, haverá alguns maiores: o primeiro e o maior são os empresários que podem investir na campanha e conseguir uma boa reputação no mercado. O segundo grupo são os ativistas que são bastante conhecidos pelo envolvimento noutras atividades - como as ONGs, ou o jornalismo. Haverá representantes locais a tentar chegar ao palco nacional ao serem eleitos para o parlamento. E há pessoas das equipas dos chefes de partido - pessoas que tinham negócios em comum com os líderes do partido, por exemplo."
Olha Aivazovska
analista política - Opora

O controlo do parlamento vai ser decisivo para o novo Presidente ucraniano, num país minado pela corrupção e envolvido num conflito com os separatistas pró-russos no leste do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia vai a votos para escolher novo parlamento

G7 vai explorar formas de utilizar os ativos russos congelados para ajudar Kiev

Ataque aéreo a Kharkiv faz pelo menos sete mortos. Zelenskyy condena brutalidade russa