A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Tensão no Golfo Pérsico entre britânicos e iranianos

Tensão no Golfo Pérsico entre britânicos e iranianos
Direitos de autor
WANA/Reuters TV
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Foram divulgadas comunicações via rádio entre uma fragata da Marinha britânica e embarcações de forças iranianas que revelam a tensão que se vive no Golfo Pérsico

"Se obedecerem estão a salvo, se obedecerem estão em segurança. Alterem a rota em 180 graus, imediatamente," foi a indicação dada pela embarcaçao das forças militares iranianas à fragata britânica.

Esta comunicação aconteceu momentos antes do petroleiro britânico Stena Impero ser apreendido pela Guarda Revolucionária do Irão no estreito de Ormuz, sexta-feira.

A operação aconteceu após a detenção do petroleiro iraniano Grace 1, em Gibraltar, no início deste mês.

Reino Unido e Irão culpam-se mutuamente pela subida de tensão nas relações diplomáticas.

Via Twitter, o ministro das Relações Exteriores do Irão, Javad Zarif, disse que o Irão garantiu a segurança do Golfo e do Estreito de Hormuz. Tendo acrescentado que o Reino Unido deve deixar de ser um acessório para o que chamou de "terrorismo económico" dos EUA.

Teerão diz que a tripulação do Stena Impero está bem de saúde e que a apreensão tem sido notícia de destaque no Irão.

Um mapa recentemente divulgado pelo Departamento de Transportes do Reino Unido diz que o Stena Impero estava no Mar Territorial de Omã quando foi intercetado.

A informação acrescenta peso aos comentários do chefe da diplomacia britânica, Jeremy Hunt, de que as ações de Teerão mostraram "sinais preocupantes de que o Irão está a escolher um caminho perigoso de comportamento ilegal e desestabilizador".