EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Coreia do Norte lança dois mísseis de curto alcance

Coreia do Norte lança dois mísseis de curto alcance
Direitos de autor 
De  Maria Barradas com Reuters, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pyongyang lançou dois mísseis que cairam no mar. É um protesto de Kim Jong Un contra as manobras militares conjuntas entre os EUA e a Coreia do Sul.

PUBLICIDADE

A Coreia do Norte lançou esta quinta-feira dois mísseis de curto alcance, que cairam no mar, em protesto contra as manobras militares conjuntas da Coreia do Sul e dos Estados Unidos, previstas para agosto.

O Japão confirmou o alcance reduzido dos mísseis: "Até agora, não pensamos que tenha caído dentro do território do Japão ou da nossa zona económica exclusiva (ZEE). E não encontramos nenhuma prova de que os lançamentos estejam a ameaçar a segurança do Japão neste momento", referiu o chefe de gabinete do primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga.

Yang Mu-jin, um especialista da Coreia do Norte, professor da Universidade de Seul, diz que o último teste de mísseis de Pyongyang foi uma tática de pressão aparente dirigida a Washington, mas não só."Olhando para o quadro geral, diria que parece ser uma resposta direta contra os exercícios militares conjuntos Coreia do Sul-EUA. Analisando mais de perto, penso que transmite uma mensagem interna de que Pyongyang não será negligente no tratamento das questões de segurança para solidificar o regime".

Este foi o primeiro ensaio de mísseis desde o último encontro entre Donald Trump e Kim Jong Un. Pyongyang avisou que o projeto de retomar as discussões com Washington cai por terra se houver manobras militares.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONU denuncia ensaios com mísseis balísticos da Coreia do Norte

Primeiro contingente de tropas da Alemanha chega a Vilnius para reforçar flanco leste da NATO

Porta-voz do exército israelita: "Pode haver um cessar-fogo hoje ou daqui a um ano".