A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

140 migrantes retidos em navio da Marinha italiana

140 migrantes retidos em navio da Marinha italiana
Direitos de autor
REUTERS/Ismail Zitouny
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

140 pessoas resgatadas do Mediterrâneo pela guarda costeira italiana vão manter-se dentro do barco por ordem de Matteo Salvini. O ministro italiano do Interior quer que exista um compromisso de distribuição dos migrantes por vários países europeus antes de autorizar o desembarque.

Este novo grupo de migrantes resulta de duas operações de resgate diferentes, no âmbito das patrulhas militares internacionais do Mediterrâneo.

Só a Marinha de Malta resgatou 143 pessoas nas últimas 24 horas. 67 chegaram esta tarde ao porto de La Valeta, a capital.

Salvamentos que surgem na sequência do maior naufrágio do ano na região. Esta quinta-feira, 150 pessoas terão morrido ao largo da Líbia. Viajavam num barco que trasportava 3 centenas de pessoas. A maioria dos sobreviventes foram devolvidos ao porto de Khoms, a 120 quilómetros de Tripoli.