A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Detidos suspeitos de ataque mortal em discoteca

Detidos suspeitos de ataque mortal em discoteca
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana deteve sete homens, suspeitos de terem causado a desordem que acabou por custar a vida a seis pessoas, em dezembro ano passado, numa discoteca da cidade de Ancona, na costa do mar Adriático. Os homens terão usado gás pimenta para assaltar a discoteca "Lanterna Azzurra", onde estava prestes a começar um concerto do rapper Sfera Ebbasta, frequentado sobretudo por adolescentes. A debandada que o uso do gás originou teve um desfecho trágico. A maioria das vítimas mortais tinha menos de 16 anos. Além das mortes, a tentativa de assalto fez cerca de 200 feridos, esmagados pela multidão que se precipitou em direção às saídas de emergência. Cerca de 1400 pessoas estavam no interior da sala, que tinha capacidade para menos de 900.

Seis dos sete homens agora detidos, com idades dos 19 aos 22 anos, são acusados de homicídio involuntário. Segundo a polícia, os detidos fazem parte de uma rede criminosa que opera no norte e no centro de Itália.

"Nenhuma prisão devolve as vidas perdidas às famílias enlutadas, mas é nosso dever punir os culpados", escreveu o ministro do Interior, Matteo Salvini.