Última hora
This content is not available in your region

Macron recebe Putin antes do G7

Macron recebe Putin antes do G7
Direitos de autor
AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A poucos dias da cimeira do G7 em Biarritz, o presidente francês Emmanuel Macron recebe o homólogo russo na sua residência de Verão, o forte de Brégançon.

Após as declarações à imprensa, os dois líderes - que se tinham visto pela última vez na cimeira do G20 em Osaka, no Japão, em Junho - vão debater várias das grandes crises do planeta, nas quais a Rússia tem um papel preponderante.

A respeito do nuclear iraniano, Macron procura o apoio do Kremlin para resgatar o acordo assinado entre Teerão e as grandes potências em 2015, mas abandonado pelos Estados Unidos sob Donald Trump em 2018.

O conflito na Ucrânia será outros dos temas em destaque: a França espera que Vladimir Putin aproveite a oportunidade dada ao diálogo pelo novo presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

A guerra na Síria também será abordada. Paris apela à "cessação imediata das hostilidades", num momento em que a ofensiva do regime sírio na província de Idlib, com o apoio aéreo russo, reclama um grande número de vítimas civis.

Com este encontro, Paris oferece uma abertura ao diálogo com a Rússia, excluída do G7 desde 2014, depois da anexação da Crimeia.

Mas resta saber se Emmanuel Macron também abordará com o homólogo a repressão contra as manifestações por eleições livres em Moscovo. Paris criticou as detenções na capital russa, com o Kremlin a responder que não tem "lições a aprender por parte de França nesta matéria".

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.