Petroleiro iraniano ruma à Grécia

Petroleiro iraniano ruma à Grécia
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Embarcação foi apreendida pela Marinha Britânica. Em julho, os Guardas da Revolução retaliaram com a apreensão do petroleiro Stena Imperio, com pavilhão britânico, no estreito de Ormuz

PUBLICIDADE

Depois de mais de 40 dias em águas territoriais de Gibraltar, o petroleiro iraniano Grace 1, entretanto rebatizado Adrian Darya-1, partiu rumo à Grécia.

A embarcação dirige-se para a cidade de Calamata, no sul do país, distanciando-se de uma contenda diplomática histórica com o Reino Unido.

De visita à Finlândia, o chefe da diplomacia iraniana, Mohammad Javad Zarif, disse, esta segunda-feira, estar contente com o fim do "pesadelo" e acusou os EUA de tentar "intimidar outros países" na compra de petróleo de Teerão.

A 4 de julho, o petroleiro foi apreendido pela Marinha Britânica. Em causa estavam suspeitas de que transportava petróleo para a Síria, violando as sanções europeias contra o regime de Bashar al-Assad.

Os EUA apresentaram um mandado de apreensão no sábado, mas Gibraltar não aceitou porque as sanções norte-americanas são fundamentalmente diferentes das europeias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA avisam que não vão parar ataques contra militantes apoiados pelo Irão no Iraque e na Síria

Estados Unidos prometem continuar retaliação contra grupos pró-iranianos

Estados Unidos lançam ataque maciço contra milícias no Iraque e na Síria