A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rússia e Turquia de acordo com ações na Síria

Rússia e Turquia de acordo com ações na Síria
Direitos de autor
AA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan concordaram com novas ações conjuntas na Síria, enquanto os conflitos sobem de intensidade na região de Idlib.

As declarações dos Presidentes da Rússia e da Turquia foram feitas durante uma visita à feira aeroespacial MAKS-2019, perto de Moscovo.

"Juntamente com o Presidente da Turquia, delineámos medidas conjuntas adicionais para neutralizar os ninhos dos terroristas em Idlib e normalizar a situação lá e, como resultado, em toda a Síria. Baseamo-nos na inviolabilidade do princípio para proteger a soberania, independência e integridade territorial da Síria," declarou o Presidente da Rússia, Vladimir Putin

"Infelizmente, ataques contra civis reforçam a radicalização de certos grupos. As provocações do regime chegaram a um nível que representa um risco para as vidas dos nossos soldados que estão na região. Quero deixar claro que o nosso direito de autodefesa nos leva a que nos defendamos ao longo da nossa fronteira. E, claro, devemos tomar as medidas necessárias no momento certo. Eu expressei, pessoalmente, a determinação do nosso país sobre esta questão ao meu querido amigo Putin," afirmou o Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Na feira aeroespacial Putin e Erdogan examinaram várias aeronaves russas, incluindo o avião de passageiros MC-21, o helicóptero Mi-38, o hidroavião Be-200 e o novo caça Su-57

Mais de 800 empresas de países estrangeiros participam na MAKS-2019. Moscovo pretende reforçar as vendas de aeronaves fabricadas na Rússia.