Última hora

Japão promete 20 mil milhões para África

Japão promete 20 mil milhões para África
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Japão prometeu um investimento de 20 mil milhões de dólares, o equivalente a 18 mil milhões de euros, em África, nos próximos três anos.

A promessa partiu do primeiro-ministro nipónico, Shinzo Abe, durante a abertura da VII Conferência Internacional de Tóquio para o Desenvolvimento Africano, em Yokohama.

"Prometo-vos que o governo do Japão fará todos os esforços possíveis para que o poder do investimento privado japonês de 20 mil milhões de dólares, em três anos, seja, novamente, superado nos próximos anos, a cada dia que passa".

Perante representantes de 50 países africanos, onde se incluem Angola e Moçambique, o secretário-geral das Nações Unidas sublinhou a necessidade de haver mais investimento na educação, em África. Para António Guterres só assim os países africanos podem prosperar

"A falta de investimento suficiente em educação, ciência, tecnologia, engenharia e matemática pode travar o crescimento de África e privar o seu uso de oportunidades. O TICAD 7 pode dar um enorme impulso para ajudar África a aproveitar o poder da tecnologia e da inovação para o seu desenvolvimento sustentável. É imperativo que trabalhemos em conjunto para eliminar o fosso digital e tirar proveito dos avanços tecnológicos para permitir que as nações e as economias africanas prosperem".

Nos últimos três anos, o Japão investiu mais de 23 mil milhões de euros no continente africano. Em Angola, por exemplo, e segundo a embaixada nipónica em Luanda, o investimento foi de cerca de 558 milhões de euros alocados para o porto no Namibe e para o parque escolar.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.