A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Breves de Bruxelas": Brexit, Pompeo e Suécia

"Breves de Bruxelas": Brexit, Pompeo e Suécia
Direitos de autor
REUTERS/Henry Nicholls
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Celebrar ou chorar? Sabe-se já que o Brexit, a 31 de outubro, continuará a deixar o Reino Unido dividido, bem como cidadãos e polÍticos de todo o mundo. Certo também é que se organizam eventos para marcar a data, incluindo uma festa de praia na Holanda.

Este é o tema de abertura do programa "Breves de Bruxelas", que passa em revista a atualidade comunitária. Em destaque estão, também, as seguintes notícias:

  • O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, visita Bruxelas, terça-feira, para diversas reuniões. Um dos mais importantes encontros é com o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg. As negociações de paz com os talibã, no Afeganistão, é um dos temas mais importantes da agenda.
  • A Suécia poderá vir a criar um novo imposto bancário para financiar o aumento de despesa com a defesa. O governo de Estocolmo quer passar a despesa de 1% para 1,5% do PIB até 2025. O país neutral tenta responder Ao reforço do arsenal militar da Rússia na região do Mar Báltico.