A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Grécia quer reembolsar antecipadamente FMI

Grécia quer reembolsar antecipadamente FMI
Direitos de autor
Lehtikuva/Martti Kainulainen via REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Christos Staikouras, participou em Helsínquia, na Finlândia, na primeira reunião do Eurogrupo desde que assumiu a pasta das Finanças no governo grego. Uma ocasião para, em nome de Atenas, pedir autorização aos parceiros na Zona Euro para reembolsar antecipadamente os empréstimos concedidos pelo Fundo Monetário Internacional.

O diretor-geral do Mecanismo Europeu de Estabilidade, Klaus Regling, felicitou "um reembolso antecipado por uma razão simples: melhora a sustentabilidade da dívida grega. [...] A Grécia poupará no pagamento de juros e o FMI não tem qualquer problema com isso. Para o FMI trata-se de um procedimento normal".

Regling precisou que, uma vez lançado oficialmente, o processo de aprovação demorará cerca de dois meses.

A Grécia saiu oficialmente do terceiro e último plano de resgate internacional em agosto de 2018, mas o seu nível de endividamento continua a ser o mais elevado da Zona Euro, com uma dívida pública de 335 mil milhões de euros, cerca de 180 por cento do PIB do ano passado.