Última hora
This content is not available in your region

Detidos independentistas catalães suspeitos de planear ações violentas

euronews_icons_loading
Detidos independentistas catalães suspeitos de planear ações violentas
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos nove pessoas foram detidas esta segunda-feira, em vários municípios da Catalunha, suspeitas de estarem a planear ações violentas. Todos os detidos são membros das Comissões de Defesa da República (CDR), organizações conhecidas por apoiar o movimento separatista catalão.

De acordo com a polícia espanhola, os elementos planeavam atuar a 1 de outubro, data do aniversário do referendo ilegal para a independência da Catalunha, realizado em 2017. Durante as buscas, a Guardia Civil encontrou explosivos artesanais com instruções e plantas de edifícios públicos.

A operação policial decorreu no âmbito de uma investigação que durava há mais de um ano.

Em declarações à rádio pública espanhola (RNE), o ministro do Interior, Fernando Grande Marlaska, admitiu que a operação "ainda está em aberto" e que pode haver "mais detenções".

Das CDR fazem parte associações de bairros, movimentos sociais, figuras ligadas à independência da região e militantes políticos. Há um ano tinham já cortado estradas e linhas ferroviárias, como forma de protesto.

Os nove detidos esta segunda-feira estão acusados de rebelião, posse de explosivos e terrorismo e vão ser ouvidos pela Audiência Nacional nos próximos dias.