Tribunal Europeu rejeita denúncias dos independentistas catalães

Tribunal Europeu rejeita denúncias dos independentistas catalães
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos confirma suspensão decretada pelo Tribunal Constitucional da assembleia catalã após o referendo sobre a independência em 2017

PUBLICIDADE

O controverso referendo sobre a independência da Catalunha volta a dominar as atenções.

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, com sede em Estrasburgo, rejeitou esta terça-feira sobre o pedido apresentado pelos deputados catalães independentistas contra a suspensão do pleno após o referendo de 2017.

Na altura, o Tribunal Constitucional decretou a suspensão cautelar da assembleia a pedido dos grupos que se opuseram ao referendo.

O pedido foi apresentado por 76 deputados independentistas incluindo a então presidenta do parlamento catalão, Carme Forcadell.

Os deputados independentistas consideram que o Tribunal Constitucional violou os seus direitos de expressão e livre associação assim como o direito de realizar eleições livres.

De recordar que os grupos que se opunham à independência pediram a suspensão da câmara ao tribunal constitucional, alegando violação das regras parlamentares.

A decisão foi confirmada pelo tribunal constitucional em abril de 2018 e agora reforçada pela justiça europeia dos direitos humanos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Detidos independentistas catalães suspeitos de planear ações violentas

Milhares exigem tomada de posse de independentistas catalães

Catalunha: Conselho de Ministros sob protestos