A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Afeganistão prepara presidenciais em clima de incerteza

Afeganistão prepara presidenciais em clima de incerteza
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No Afeganistão decorrem os preparativos para as eleições presidenciais de sábado.

O atual presidente, Ashraf Ghani, concorre à recondução no cargo. O seu principal opositor é o primeiro-ministro Abdullah Abdullah.

Para os cerca de 9,6 milhões de eleitores inscritos, a segurança é a principal preocupação numa altura em que aumentam os ataques e intimidação dos insurgentes Talibã.

Mesmo assim há quem não se deixe intimidar. É o caso de Sayed Hashim, residente em Cabul.

"Os Taliban já nos ameaçaram se formos participar nestas eleições. Eles ameaçam-nos todos os dias, mas mesmo assim acredito irão participar nas eleições para defenderem a demcoracia", afirma.

Outro residente da capital, Mohammad Mehdi, diz que é fundamental garantir a segurança.

"Vamos participar nas eleições em grandes números e pedimos que o governo e as forças de segurança garantam tanto a segurança como a transparência das eleições", adiantou.

A campanha eleitoral foi marcada por violência e um clima crescente de incerteza.

Tal como em 2014 e 2009, receia-se que este escrutíneo venha a ser marcado por uma elevada taxa de abstenção.