Última hora
This content is not available in your region

Afeganistão prepara presidenciais em clima de incerteza

euronews_icons_loading
Afeganistão prepara presidenciais em clima de incerteza
Tamanho do texto Aa Aa

No Afeganistão decorrem os preparativos para as eleições presidenciais de sábado.

O atual presidente, Ashraf Ghani, concorre à recondução no cargo. O seu principal opositor é o primeiro-ministro Abdullah Abdullah.

Para os cerca de 9,6 milhões de eleitores inscritos, a segurança é a principal preocupação numa altura em que aumentam os ataques e intimidação dos insurgentes Talibã.

Mesmo assim há quem não se deixe intimidar. É o caso de Sayed Hashim, residente em Cabul.

"Os Taliban já nos ameaçaram se formos participar nestas eleições. Eles ameaçam-nos todos os dias, mas mesmo assim acredito irão participar nas eleições para defenderem a demcoracia", afirma.

Outro residente da capital, Mohammad Mehdi, diz que é fundamental garantir a segurança.

"Vamos participar nas eleições em grandes números e pedimos que o governo e as forças de segurança garantam tanto a segurança como a transparência das eleições", adiantou.

A campanha eleitoral foi marcada por violência e um clima crescente de incerteza.

Tal como em 2014 e 2009, receia-se que este escrutíneo venha a ser marcado por uma elevada taxa de abstenção.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.