Última hora
This content is not available in your region

Ativistas do "Extinction Rebellion" montam tendas no centro de Berlim

euronews_icons_loading
Ativistas do "Extinction Rebellion" montam tendas no centro de Berlim
Tamanho do texto Aa Aa

Os ativistas do clima encheram o centro político de Berlim, com um acampamento improvisado.

Centenas de tendas ocupam o enorme espaço aberto entre o Bundestag - o parlamento alemão - e o local onde trabalha Angela Merkel, o Bundeskanzleramt.

Os "eco-guerreiros", auto-designados "Rebelião da Extinção" - Extinction Rebellion, chegaram de toda a Alemanha. Alguns grupos viajaram da vizinha Polónia e da Escandinávia. E espera-se que mais grupos se juntem a eles.

O governo alemão propôs um novo conjunto de regras e leis para desacelerar as alterações climáticas e cumprir as metas de CO2 da Alemanha. Mas este pacote climático não corresponde às expectativas destes ativistas.

Norman Schumann é um dos participantes na ação de protesto: "Nós simplesmente não temos mais tempo. O governo decidiu acabar com a energia do carvão apenas em 2038 e tornar a Alemanha neutra em termos de emissões de carbono apenas a partir de 2050. É demasiado tarde. Os cientistas explicam desde há 30 anos que as ações têm de ser tomada agora e rapidamente. E isso não se vê neste pacote climático governamental. Demora tudo muito tempo".

Norman estudou matemática e trabalhou como professor. Tirou um ano sabático e está a viver das suas economias. Decidiu envolver-se totalmente nestas ações cruciais pelo clima e está, até mesmo, disposto a ser detido pela polícia.

"Na próxima semana, Berlim será bloqueada no maior número possível de locais cruciais. Queremos mostrar que a mudança é necessária. O governo precisa entender isso. Ao mesmo tempo, vamos organizar protestos noutras capitais da Europa e de todo o mundo. Vamos bloquear o tráfego. Recordar que o tempo de agir é agora".

Enquanto as sextas-feiras para o futuro optam por manifestações semanais, os ativistas da Extinction Rebellion vão mais longe. A Euronews soube que uma ação de desobediência civil secretamente planeada vai ter lugar muito cedo na segunda-feira de manhã, sob o nome de código: "Rebels Arc", em referência à Arca de Noé referida na Bíblia.

"O protesto de Berlim está programado para durar uma semana inteira. E pode ter impactos massivos: Serão os cidadãos de Berlim confrontados com uma ruptura total do trânsito automóvel na cidade?" A pergunta é deixada pelo nosso repórter, Hans von der Brelie, que acompanha as ações deste movimento a partir de Berlim.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.