Última hora

O Brexit no centro do discurso da Rainha

Foi o 65º. discurso da Rainha
Foi o 65º. discurso da Rainha -
Direitos de autor
Tolga Akmen via REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Há dois anos que Isabel II não se apresentava no Parlamento para dar voz às palavras do governo na abertura da sessão legislativa. O discurso da rainha costuma ser anual - e Isabel II já o fez 65 vezes -, mas, em 2017, a anterior primeira-ministra Theresa May decidiu-se por uma legislatura de dois anos focada no Brexit.

O objetivo do executivo mantém-se. "A prioridade do meu governo tem sido garantir a saída do Reino Unido da União Europeia a 31 de outubro. O meu governo quer alcançar uma nova parceria com a União Europeia baseada no comércio livre e na cooperação amigável" - palavra de Boris Johnson na boca de Isabel II.

Sem detalhe, o manifesto de intenções anuncia o fim à livre circulação de cidadãos da União Europeia. "Uma nova lei de imigração vai por fim à livre circulação e lançará as bases para um sistema global de imigração justo e moderno. O meu governo compromete-se a garantir que os cidadãos europeus residentes que aqui construíram a vida e muito contribuíram para o Reino Unido têm o direito a ficar aqui," afirmou a Rainha do Reino Unido.

O detalhe das intenções do governo foi entretanto apresentado em papel. Um documento de 130 páginas fundamental para o voto na câmara dos comuns. A expectativa é muita: há 95 anos que nenhum discurso do Rei é chumbado.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.