EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Trump escreveu carta a Erdogan

Trump escreveu carta a Erdogan
Direitos de autor رويترز
Direitos de autor رويترز
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vice-presidente e chefe da Diplomacia dos EUA estão na Turquia para tentar pôr fim à ofensiva na Síria. Foi, entretanto divulgada carta de Trump a Erdogan.

PUBLICIDADE

No dia em que foi divulgado que o vice-presidente dos EUA e o chefe da Diplomacia do país, Mike Pence e Mike Pompeo, se encontrarão com o presidente turco em Ancara, para debater a Síria, foi divulgada uma carta de Donald Trump a Recep Tayyip Erdoğan, enviada quando o país iniciou a ofensiva no norte da Síria.

No documento, o chefe de Estado ameaçava a Turquia dizendo que Erdogan não quer ser responsabilizado pelo massacre de milhares de pessoas ao mesmo tempo que ele, Trump, não quer ser responsável pela destruição da economia turca. 

O presidente pedia ao seu homólogo para não ser "idiota" acrescentando que lhe cabe decidir se quer ficar para a história como um "diabo". 

Há meios de comunicação que dizem, citando fonte da presidência turca, que Erdogan deitou a carta de Trump para o lixo. 

O chefe de Estado tem mantido a postura de que - na sua cruzada pela criação de uma zona de segurança - não recuará, nem negociará com os curdos que apelida de terroristas.

Num esforço para bloquear o avanço das tropas turcas, as forças sírios, ladeadas pelas russas, entraram em Kobani, enquanto os militares turcos continuam a avançar no terreno.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turquia não cederá à pressão

EUA apertam cerco à Turquia

Líderes europeus apoiam NATO no meio da incerteza das eleições nos EUA