Última hora

Pobreza infantil triplica em Itália

Pobreza infantil triplica em Itália
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O número de crianças em situação de pobreza triplicou nos últimos 10 anos, em Itália.

Segundo a organização "Save the Children", em 2008, 3,7% dos menores, sou seja 375.000 crianças, estavam em situação económica precária. Dez anos depois, a percentagem subiu para 12,5.

Segundo o relatório "O tempo das Crianças", da "Save the Children", a pobreza infantil em Itália "é um recorde absoluto entre os países europeus".

"Hoje temos mais de 1 milhão e 200 mil crianças em absoluta pobreza, em toda a Itália. A pobreza distribui-se por todo o país. As maiores dificuldades registam-se nas regiões do Sul", explica a diretora do Departamento sobre a pobreza da "Save the Children", em Itália, Annapaola Specchio.

A Organização lançou, ainda, uma campanha que visa combater a pobreza educativa pois uma em cada sete crianças, em Itália, abandona a escola.

Annapaola Specchio conta que "a pobreza educativa impede as crianças de construírem o seu futuro, em particular impede que desenvolvam os seus talentos. Estas condições colocam uma geração inteira fora do crescimento do país".

Segundo o relatório, cerca de meio milhão de crianças italianas, com menos de 15 anos, não conseguem ter uma refeição proteica regular por dia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.