Última hora
This content is not available in your region

Petroleiro grego nega responsabilidade em derrame de petróleo no Brasil

euronews_icons_loading
Petroleiro grego nega responsabilidade em derrame de petróleo no Brasil
Direitos de autor  رويترز
Tamanho do texto Aa Aa

A Delta Tankers desmentiu, este sábado, qualquer responsabilidade do petroleiro Bouboulina no derrame de petróleo que afeta o nordeste do Brasil, desde o final de agosto.

As autoridades brasileiras colocaram em marcha uma operação para apurar a origem e autoria do incidente, e apontaram o navio de pavilhão grego como o "principal suspeito".

Através de um comunicado, a empresa gestora do Bouboulina garantiu que o petroleiro saiu da Venezuela no dia 19 de julho e "foi diretamente para Melaka, na Malásia", onde descarregou a carga total sem perdas.

De acordo com a Delta Tankers, a embarcação não parou, não fez nenhum tipo de operação de transbordo de navio para navio, não sofreu nenhum vazamento, ou se desviou da rota definida.

De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA), o derrame de petróleo já atingiu 286 praias em 98 cidades de nove estados do nordeste do país.

As manchas de petróleo já mataram pássaros, golfinhos, tartarugas marinhas e crustáceos.