Última hora

Petroleiro grego nega responsabilidade em derrame de petróleo no Brasil

Petroleiro grego nega responsabilidade em derrame de petróleo no Brasil
Direitos de autor
رويترز
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Delta Tankers desmentiu, este sábado, qualquer responsabilidade do petroleiro Bouboulina no derrame de petróleo que afeta o nordeste do Brasil, desde o final de agosto.

As autoridades brasileiras colocaram em marcha uma operação para apurar a origem e autoria do incidente, e apontaram o navio de pavilhão grego como o "principal suspeito".

Através de um comunicado, a empresa gestora do Bouboulina garantiu que o petroleiro saiu da Venezuela no dia 19 de julho e "foi diretamente para Melaka, na Malásia", onde descarregou a carga total sem perdas.

De acordo com a Delta Tankers, a embarcação não parou, não fez nenhum tipo de operação de transbordo de navio para navio, não sofreu nenhum vazamento, ou se desviou da rota definida.

De acordo com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA), o derrame de petróleo já atingiu 286 praias em 98 cidades de nove estados do nordeste do país.

As manchas de petróleo já mataram pássaros, golfinhos, tartarugas marinhas e crustáceos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.