EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Turquia repatria membros do grupo Estado Islâmico

Turquia repatria membros do grupo Estado Islâmico
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Turquia inicia processo de repatriamento de extremistas do grupo Estado Islâmico, mesmo havendo países na Europa que se recusam recebê-los.

PUBLICIDADE

A Turquia começou a deportar combatentes do grupo Estado Islâmico, para os seus países de origem com a repatriação de um norte-americano para os EUA. Seguir-se-ão outros sete para a Alemanha a 14 de novembro. Trata-se de membros do grupo extremista capturados pelos rebeldes curdos contra quem Ancara lançou uma ofensiva naquilo que considera ser uma zona de segurança. em território sírio, e que acabaram em mãos turcas. Serão cerca de 2500, maioritariamente cidadãos europeus.

Não se sabe, exatamente, o que acontecerá a estas pessoas já que países como a Dinamarca, Alemanha e Reino Unido retiraram a cidadania a algumas delas. As autoridades turcas limitam-se a dizer que foram cumpridos os procedimentos legais.

Numa entrevista a um canal de televisão o chefe da Diplomacia holandesa esclarecia que houve cooperação e partilha de informações entre os dois países sobre esta matéria que não é consensual em termos europeus. Há países que se recusam receber os referidos combatentes..

Um quinto dos cerca de 10.000 terroristas do referido grupo extremista, mantidos em cativeiro na Síria por milícias curdas, é originário de países europeus.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turquia vai 'devolver' militantes capturados do Daesh

Reino Unido tenta recuperar "filhos do Daesh"

Suspeitos de ataque a igreja na Turquia detidos