Última hora

Londres-Sydney, o voo onde o sol nasce duas vezes

Londres-Sydney, o voo onde o sol nasce duas vezes
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Dezanove horas e dezanove minutos depois, o voo QF7879 voltou a terra firme. Pelo meio ligou Londres a Sydney e fez história ao tornar-se no voo comercial direto mais longo de sempre, quer em termos de distância, quer em termos de duração. Foi o segundo de três testes da Qantas para decidir se investe em novos aviões para fazer desta uma carreira regular.

A bordo seguiram cinquenta passageiros, que, à semelhança da tripulação, viram as suas atividades, padrões de sono e níveis de melatonina monitorizados.

O objetivo é ver o impacto dos voos de ultra longa-duração no corpo humano. Caso haja luz verde das autoridades da aviação, a rota será lançada em 2023 e irá proporcionar a oportunidade única de ver o sol nascer por duas vezes durante o voo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.