Última hora

Veneza recupera, mas danos atingem os mil milhões

Veneza recupera, mas danos atingem os mil milhões
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em Veneza, a vida começa a voltar ao normal, depois das piores cheias dos últimos 50 anos. Os turistas passeiam de gôndola pelos canais e a Praça de São Marcos voltou a abrir ao público, mas em várias zonas só se consegue andar de galochas.

As autoridades estão a colocar passadeiras nos locais ainda alagados, para permitir a passagem das pessoas, entre elas muitos turistas, que continuam a visitar a cidade dos Doges apesar das cheias.

O presidente da câmara Luigi Brugnaro estimou os danos em cerca de mil milhões de euros. A água destruiu ou danificou património histórico: O Palazzo Ferro Fini, sede do Conselho Regional do Veneto, ficou alagado - ironicamente, minutos depois da maioria ter votado contra uma proposta de combate às alterações climáticas, segundo uma conselheira do Partido Democrático.

LA LEGA DI ZAIA VOTA CONTRO I NOSTRI EMENDAMENTI SUL CONTRASTO AI CAMBIAMENTI CLIMATICI E DOPO DUE MINUTI L’AULA...

Publiée par Andrea Zanoni sur Mercredi 13 novembre 2019
Post da Conselheira Regional Andrea Zanoni, segundo quem a maioria (direita) tinha acabado de rejeitar uma proposta sobre as alterações climáticas antes da inundação.

O governo italiano declarou o estado de emergência na quinta-feira e desbloqueou 20 milhões de euros para a assistência imediata. A situação vai ser discutida numa reunião extraordinária dentro de dez dias.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.