Última hora

Jeremy Corbyn e o caminho em direção a Downing Street

Jeremy Corbyn e o caminho em direção a Downing Street
Tamanho do texto Aa Aa

Anti-sistema, não convencional, popular. Jeremy Corbyn é um político do povo.

Poucas figuras políticas podem reclamar empatia para com o eleitorado como o líder trabalhista. Mas são os seus colegas de partido que Corbyn tem mais dificuldades em convencer.

Desde que subiu à liderança dos Trabalhistas em 2015 Corbyn já sobreviveu a um golpe político ao virar o partido à esquerda.

Corbyn tem seguido uma agenda socialista quando muitos no seu partido apelam a moderação.

Corbyn entrou na polítca há mais de 30 anos. Antes foi sindicalista. As suas políticas promoveram sempre os direitos dos trabalhadores, os serviços públicos e o pacifismo.

E foi isso que criou problemas no passado. Corbyn criticou abertamente a decisão de Tony Blair de invadir o Iraque.

Corbyn é igualmente um crítico de Israel e foi igualmente acusado de promover o anti-semitismo no seio do partido, algo que Corbyn nega.

O líder trabalhista foi igualmente criticado por demorar, por vezes, a condenar atos de terrorismo.

E mesmo assim, mantém-se popular entre o eleitorado. O seu estilo caloroso permitiu-lhe reduzir um défice nas sondagens de 20% para apenas 2% nas últimas eleições gerais.

Apesar de não ter conseguido chegar a Downing Street, Corbyn foi elogiado pelo sucesso da campanha.

A questão do Brexit tem-se revelado um desafio. Apesar de ser considerado eurocético, Corbyn afirma que votou para permanecer na União Europeia.

Em termos políticos, o líder trabalhista quer renegociar o acordo de saída com Bruxelas e depois submetê-lo a um voto popular.

Um político para o povo e guiado pelo povo, se Corbyn virá a ocupar o poder apenas o futuro o dirá.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.