Última hora

Morreu a vocalista dos suecos Roxette

Morreu a vocalista dos suecos Roxette
Direitos de autor
REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Morreu a vocalista do grupo sueco Roxette. Marie Frediksson tinha 61 anos e, de acordo com um comunicado emitido pela banda, a artista morreu na sequência de um tumor cerebral.

A doença havia sido diagnosticada há mais de 15 anos e já a havia obrigado a deixar os palcos em 2016, ano em que os Roxette editaram o derradeiro álbum de estúdio, "Good Karma".

Para a história ficam temas como "Joyride". "The Look" ou, sobretudo, "It Must Have Been Love".

Depois do êxito dos Abba, Fredriksson foi a voz de uma outra geração famosa de músicos suecos e a artista não revelou problema em assumi-lo numa entrevista concedida há 20 anos, em Cannes.

"Penso que naquela altura muitas das bandas suecas sentiram que, se nós podíamos ter este sucesso, elas também podiam. Por isso, penso que ajudamos muitas bandas a terem mais autoconfiança", afirmou Fredriksson a 18 de março de 199, em Cannes, França.

Marie Fredriksson nasceu a 30 de maio de 1958. Começou numa banda punk chamada Strull da cidade de Halmstad antes de se lançar a solo 1984 a cantar sobre relações amorosas e de entrar para a história da música como uma das vozes femininas da pop do final dos anos 80, inícios dos 90.

Ainda hoje, os Roxette são uma das bandas suecas de maior sucesso internacional.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.