EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Aumenta o número de mortos depois de entrada de vulcão em erupção

Aumenta o número de mortos depois de entrada de vulcão em erupção
Direitos de autor AUCKLAND RESCUE HELICOPTER TRUST /via REUTERS
Direitos de autor AUCKLAND RESCUE HELICOPTER TRUST /via REUTERS
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades neozelandesas revelam que, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, o número de mortos subiu para oito e o de desaparecidos para nove.

PUBLICIDADE

O número de mortos, na sequência da erupção de um vulcão na Nova Zelândia, é agora de oito. Duas pessoas que estavam hospitalizadas não sobreviveram aos ferimentos. Há dezenas de pessoas ainda hospitalizadas.

A atividade sísmica está a impedir o acesso à ilha para recuperar corpos e seguir com as buscas. Dados oficiais dão conta de que há nove pessoas desaparecidas.

Em conferência de imprensa, a diretora da Agência de Gestão de Emergências neozelandesa, Sarah Stuart, dizia que "esta tragédia já colheu muitas vidas e deu origem a ferimentos terríveis e a um sofrimento indescritível. Estamos sempre perante um equilíbrio quando se trata de operações de busca onde existe risco para a vida humana. E, neste momento, a ciência diz-nos que ele é muito alto".

As autoridades revelaram que o risco de uma nova erupção nas próximas 24 horas está entre os 40 e os 60 porcento.

O vulcão da ilha Branca, um popular destino turístico, entrou em erupção na segunda-feira, expelindo cinzas e vapor. Havia 47 pessoas na ilha no momento da erupção, maioritariamente australianos, mas há também neozelandeses, cidadãos dos EUA, Alemanha, China, Reino Unido e Malásia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vulcão Taal mantém ameaça iminente de forte erupção

Vídeo espectacular mostra vulcão Anak Krakatau em erupção

Bebé resgatado entre as cinzas do Vulcão de Fogo