Lei do Brexit aprovada na generalidade pela maioria conservadora

Lei do Brexit aprovada na generalidade pela maioria conservadora
Direitos de autor Câmara dos Comuns via AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Primeiro-ministro Boris Johnson apelou aos membros da Câmara dos Comuns para se unirem e sararem as feridas do Reino Unido provocadas pelo Brexit.

PUBLICIDADE

O projeto de lei de aplicação do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) foi aprovado esta sexta-feira, na generalidade, pela maioria conservadora no parlamento britânico, impondo a formalização da partida a 31 de janeiro.

O governo liderado por Boris Johnson alterou a legislação para impedir o prolongamento do período de transição para lá de 2020 e para diminuir o poder do parlamento na negociação da relação futura com a UE.

De fora do texto ficaram garantias sobre direitos laborais e legislação ambiental, mas o executivo conservador assumiu o “compromisso de continuar com os mais altos níveis de direitos dos trabalhadores, normas ambientais e proteção ao consumidor” em legislação à parte.

O documento recebeu 358 votos a favor e 234 contra, passando agora à fase seguinte, na qual ainda poderá sofrer algumas mudanças no âmbito de comissões parlamentares até à aprovação da 'lei do Brexit' ser feita na especialidade, em janeiro de 2020.

A realização da votação final está prevista para 09 de janeiro. Após o consentimento da Rainha Isabel II, fica a faltar apenas o veredito do Parlamento Europeu sobre o acordo de retirada proposto pelo primeiro-ministro britânico.

(artigo atualizado às 16h15 - CET)

Outras fontes • Reuters / Lusa

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Estado da União": Críticas de Estrasburgo e palavras do ano

Velha guarda do rock em peso na abertura da Gibson Garage

Notas com cara de Carlos III entram em circulação em junho