Última hora

Parlamento Europeu reconhece líderes catalães como eurodeputados

Parlamento Europeu reconhece líderes catalães como eurodeputados
Direitos de autor
Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento Europeu já reconheceu o líder independentista catalão, Oriol Junqueras, como eurodeputado.

Isto apesar de Junqueras ter sido condenado a 13 anos de prisão e que o debate sobre a sua desqualificação ainda aguarda por uma resolução em Espanha.

O parlamento europeu notificou ainda que Carles Puigdemont e Toni Comín, ambos em fuga na Bélgica, também são eurodeputados. Ambos receberam as suas acreditações definitivas esta segunda-feira.

Na próxima sessão plenária, prevista para 13 de janeiro, o processo ficará concluído.

A presidência do parlamento europeu acata assim a ordem do Tribunal Europeu de Justiça que em dezembro passado decidiu que a imunidade parlamentar é adquirida no momento em que os resultados das eleições são anunciados.

Oriol Junqueras reagiu através das redes sociais com um simples "nada mais a dizer".

No entanto, não é claro se Junqueras alguma vez assumirá o cargo.

Em Espanha, a Comissão Eleitoral Central decidiu que Junqueras não pode tomar posse do cargo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.