EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Decana das Olimpíadas, Agnes Keleti, fez 99 anos

Decana das Olimpíadas, Agnes Keleti, fez 99 anos
Direitos de autor LASZLO BALOGHLASZLO BALOGH
Direitos de autor LASZLO BALOGH
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Aos 99 anos, a ginasta húngara, Agnes Keleti, é a mais velha atleta olímpica ainda viva. Ganhou 10 medalhas nas olimpíadas de Helsínquia e Melbourne.

PUBLICIDADE

Agnes Keleti é a mais velha campeã olímpica ainda viva.

A ginasta húngara acabou de celebrar 99 anos. É sobrevivente do Holocausto e participou nos Jogos Olímpicos de Helsínquia, em 1952 e Melbourne, em 1956.

Uma vida repleta de grandes feitos, mas também de tragédia e drama. Uma família dizimada pelo Holocausto, ao qual Agnes sobreviveu sob uma identidade falsa. Uma vivência humana que faz relativizar o valor das 10 medalhas olímpicas que conquistou.

"O importante não é as medalhas, mas as experiências. Eu gostava da ginástica porque podia viajar de graça.

Mas os seus dois países não esquecem. Keleti recebeu uma longa série de prestigiosos prémios como o "Atletas da Nação" na Hungria, em 2004 e o Prémio Israel, a mais alta condecoração do estado hebraico, em 2017.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Judo: Masters de Budapeste chega ao fim inspirando jovens judocas

Judo: talento feminino brilha no Masters de Budapeste

Grand Slam de Judo da Hungria: o regresso de Teddy Riner