EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Judo: Masters de Budapeste chega ao fim inspirando jovens judocas

Gerações jovens vibraram com desempenho das estrelas do judo
Gerações jovens vibraram com desempenho das estrelas do judo Direitos de autor IJF
Direitos de autor IJF
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Derradeira jornada foi repleta de surpresas.

PUBLICIDADE

Os mestres do judo voltaram a dar cartas no terceiro e último dia do Masters de Budapeste.

Este domingo foi dia das categorias de peso pesado, com alguns dos principais judocas a lutar pela supremacia.

Mas que são, afinal, os novos campeões?

Na categoria de -90kg, o campeão olímpico Lasha Bekauri mediu forças com o compatriota da Geórgia Luka Maisuradze e apesar da luta difícil conseguiu vencer o rival, conquistando do título de bicampeão de Masters.

O judoca foi condecorado pelo presidente da Federação Internacional de Judo (FIJ), Marius Vizer.

Inbar Lanir: triunfo nos -78kg

Na categoria de -78kg, a campeã do mundo Inbar Lanir esteve imparável ao longo da jornada, terminando os duelos de forma rápida e eficiente.

Foi assim também na final, conseguindo o ouro em menos de um minuto frente à francesa Madeleine Malonga.

Lanir conseguiu o primeiro título do Masters, uma importante conquista para a coleção de palmarés.

Yasuhiro Yamashita, membro do comité executivo da FIJ e do Comité Olímpico Internacional, atribuiu as medalhas.

A judoca explicou-nos como foi competir em Budapeste: “sou um quarto húngara e tenho família aqui, parece uma segunda casa e é muito bom estar aqui. A atmosfera é ótima e todos são simpáticos, então fico sempre feliz por vir a Budapeste.”

Muzaffarbek Turoboyev: o herói dos -100kg

Na categoria de -100kg, o antigo campeão do mundo, Muzaffarbek Turoboyev, do Uzbequistão, impôs-se sobre Peter Paltchik, para alegria da legião de fãs. Foi o primeiro ouro num Masters para o Uzbequistão em mais de dez anos.

Carlos Zegarra, vice-presidente da FIJ, condecorou o atleta.

“Quando ganhei a medalha do Campeonato Mundial em Tashkent chorei muito no palco, mostrando lágrimas de felicidade. Depois de oito meses, ganhei o Masters, é o mesmo tipo de sentimento. É um momento muito feliz para mim comemorar aqui na Hungria”, disse o judoca.

A francesa Romane Dicko atacou forte e conquistou o ouro com o seu judo tático.

Zhou Jinqiang, membro do comité executivo da FIJ e vice-ministro do Desporto da China, atribuiu as medalhas.

Na categoria de +100kg, o finlandês Martti Puumalainen esteve em excelente forma. Bateu tudo e todos para conquistar o ouro e o título do Masters.

Laszlo Toth, o vice-presidente da FIJ condecorou o judoca.

Shohei Ono, bicampeão olímpico e tricampeão mundial, também esteve em Budapeste. Uma alegria para todos os fãs porque ficou feliz em dar autógrafos. Uma inspiração cuja presença na Hungria promoveu o judo e inspirou novas gerações.

PUBLICIDADE

As lendas do judo húngaro somaram enormes ippons, inspirando a próxima geração de judocas. São um incentivo para os judocas e crianças locais, que sonham em seguir os seus passos.

O Masters de Budapeste chegou ao fim. A quem assistiu já deixou um sentimento de saudade.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Judo: Europa domina segunda jornada do Masters de Budapeste

Pesos pesados dominam em Abu Dhabi

Pinot, Wagner e Tajima conquistam títulos mundiais