Última hora
This content is not available in your region

Celebrações controversas do Dia da Sérvia na Bósnia

Celebrações controversas do Dia da Sérvia na Bósnia
Direitos de autor
video
Tamanho do texto Aa Aa

O controverso Dia da República Sérvia da Bósnia foi celebrado no dia 9 de janeiro com pompa e circunstância, como vem sendo hábito, na cidade de Banja Luka, na Bósnia.

Cidadãos sérvios, polícias e sobretudo veteranos da guerra, celebram a fundação da entidade sérvia da Bósnia, aquela que deu origem à guerra devastadora e à limpeza étnica dos anos 90.

Uma festa entre sérvios que continuam a sonhar com a independência O representante sérvio na presidência tripartida da Bósnia-Herzegovina, Milorad Dodik, afirma:

"'A Republika Srpska' foi criada no dia 9 de janeiro para se tornar um Estado independente, para se juntar à Sérvia. Esse objetivo nunca foi alcançado até este momento, mas não há nenhuma pessoa viva aqui na 'Republika Srpska' que não deseje que isso aconteça. Temos que fazer isto de forma ordeira e pacífica".

A liderança sérvia na Bósnia diz que a festa não é dirigida contra ninguém, mas serve a unidade dos sérvios. A tentativa de criar um feriado nacional para as celebrações foi considerada inconstitucional. Os muçulmanos e croatas da Bósnia sentem-se ofendidos com estas celebrações.

Este ano, a primeira-ministra da Sérvia também se juntou aos festejos.

A situação na Bósnia continua num impasse. 25 anos depois do fim da guerra.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.