Última hora
This content is not available in your region

Carros de sonho dominam Salão Automóvel de Bruxelas 2020

euronews_icons_loading
Carros de sonho dominam Salão Automóvel de Bruxelas 2020
Direitos de autor  .
Tamanho do texto Aa Aa

Os carros de sonho estão dominar o Salão Automóvel de Bruxelas de 2020. A BMW, a Audi e a Mercedes-Benz representam, aproximadamente, 70% do mercado mundial de carros de luxo. Os fabricantes alemães estão concentrados neste segmento que deve crescer 6,3 % nos próximos cinco anos.

Não são meios de transporte ecológicos. São meios de transporte para quem procura prestígio e a China está a assistir a um forte crescimento neste mercado.

"Estamos divididos entre razão e paixão. Somos movidos pela paixão com os nossos carros de sonho. são 40 automóveis exibidos num pedestal de luxo, o pedestal da exclusividade e do prestígio".
Pierre Lalmand
Diretor Salão Automóvel de Bruxelas

A indústria automóvel está numa era de transição. Os fabricantes sabem que é preciso reduzir as emissões de CO2. A Mercedes quer ser uma empresa neutra em CO2 até 2039, mas a substituição dos motores a diesel e a gasolina vai demorar tempo.

O mudança não será de um dia para outro, para os automóveis elétrico ou a hidrogénio. Mas temos motores a diesel e a gasolina muito eficientes e os hidretos são muito importantes para que as pessoas se habituem aos carros elétricos. Será passo a passo.
Bastien Van den Moortel
Mercedes-Benz

Os motores convencionais ainda não fazem parte do passado. Ainda existem grandes mercados na África e na Ásia que estão bem distantes dos padrões de emissões europeus.

Continuamos a investir nos motores convencionais, porque é claro que não produzimos automóveis apenas para a Europa Ocidental. Somos uma empresa mundial, por isso estamos convencidos e temos alguns estudos que mostram que, mesmo em 2035, a maior parte dos carros de todo o mundo - cerca de 85% - ainda terá um motor de combustão a bordo, embora combinado com a eletrificação.
Peter Gemoets
Mazda

São também apresentadas alternativas mais urbanas e ecologicamente correctas. O Salão Automóvel de Bruxelas termina neste domingo.