Lada faz 50 anos de existência

Lada faz 50 anos de existência
Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Fabricados pela AvtoVAZ, agora parte do Grupo Renault, os antigos Lada têm muitos admiradores e colecionadores apesar do estigma de pouca qualidade e tecnologia obsoleta.

PUBLICIDADE

O som da porta de um Lada, uma memória para milhões de pessoas. A história da mítica marca automóvel russa da era soviética começou há 50 anos com o Lada 2101. Nasceu com a ajuda da Fiat. Chamava-se inicialmente "Zhiguli" mas a fonética aproximada com Gigolô levou à alteração para Lada.

Fabricados pela AvtoVAZ, agora parte do Grupo Renault, os antigos Lada têm muitos admiradores e colecionadores. "Acho que a melhor sensação sobre o Zhiguli e outros carros daquela era é que somos nós a conduzir e não todos aqueles os aparelhos. É uma experiência especial, em muitos aspetos melhor do que conduzir um carro moderno", diz Gabor Tompa, colecionador.

Nos últimos anos, a Lada tentou ressurgir no mercado europeu mas acabou por deixar de ser vendido na União Europeia.

O Lada tem o estigma de ser um automóvel de pouca qualidade e com tecnologia obsoleta. Mas nos anos 70, o sentimento era outro.

O repórter da Euronews na Hungria, Adam Magyar, diz que "a juventude de hoje não pensa em luxo quando vê um Lada mas nos anos 70, o Zhiguli 1500 era um carro de grande prestígio, com qualidade interior e mesmo um apoio de braço no assento traseiro".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Macron apresenta plano "salvar" indústria automóvel francesa

Carros de sonho dominam Salão Automóvel de Bruxelas 2020

Confirmado "negócio do ano" no ramo automóvel