EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Carros de sonho dominam Salão Automóvel de Bruxelas 2020

Carros de sonho dominam Salão Automóvel de Bruxelas 2020
Direitos de autor .
Direitos de autor .
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Carros de luxo e propostas ecologicamente corretas no salão que acontece até domingo, na Bélgica.

PUBLICIDADE

Os carros de sonho estão dominar o Salão Automóvel de Bruxelas de 2020. A BMW, a Audi e a Mercedes-Benz representam, aproximadamente, 70% do mercado mundial de carros de luxo. Os fabricantes alemães estão concentrados neste segmento que deve crescer 6,3 % nos próximos cinco anos.

Não são meios de transporte ecológicos. São meios de transporte para quem procura prestígio e a China está a assistir a um forte crescimento neste mercado.

"Estamos divididos entre razão e paixão. Somos movidos pela paixão com os nossos carros de sonho. são 40 automóveis exibidos num pedestal de luxo, o pedestal da exclusividade e do prestígio".
Pierre Lalmand
Diretor Salão Automóvel de Bruxelas

A indústria automóvel está numa era de transição. Os fabricantes sabem que é preciso reduzir as emissões de CO2. A Mercedes quer ser uma empresa neutra em CO2 até 2039, mas a substituição dos motores a diesel e a gasolina vai demorar tempo.

O mudança não será de um dia para outro, para os automóveis elétrico ou a hidrogénio. Mas temos motores a diesel e a gasolina muito eficientes e os hidretos são muito importantes para que as pessoas se habituem aos carros elétricos. Será passo a passo.
Bastien Van den Moortel
Mercedes-Benz

Os motores convencionais ainda não fazem parte do passado. Ainda existem grandes mercados na África e na Ásia que estão bem distantes dos padrões de emissões europeus.

Continuamos a investir nos motores convencionais, porque é claro que não produzimos automóveis apenas para a Europa Ocidental. Somos uma empresa mundial, por isso estamos convencidos e temos alguns estudos que mostram que, mesmo em 2035, a maior parte dos carros de todo o mundo - cerca de 85% - ainda terá um motor de combustão a bordo, embora combinado com a eletrificação.
Peter Gemoets
Mazda

São também apresentadas alternativas mais urbanas e ecologicamente correctas. O Salão Automóvel de Bruxelas termina neste domingo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lada faz 50 anos de existência

Art Paris 2024: a cena artística francesa no centro das atenções, com jovens talentos em destaque

Andrey Gugnin recebe o primeiro prémio de 150.000€ no Concurso Internacional de Piano Clássico 2024