Última hora
This content is not available in your region

Grécia quer o fim do acordo turco-líbio

euronews_icons_loading
Grécia quer o fim do acordo turco-líbio
Direitos de autor  Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved   -   Thanassis Stavrakis
Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia exige a anulação do acordo turco-líbio sobre a divisão das águas no Mediterrâneo. Esta sexta-feira, o governo de Atenas recebeu o Khalifa Haftar, o líder do Exército Nacional da Líbia que se opõe ao governo de Trípoli. No final do encontro, Nikos Dendias, o ministro dos negócios estrangeiros grego, falou de uma posição comum dentro da União Europeia e deixou um recado à Alemanha.

“A nossa posição comum europeia reconhece que os memorandos assinados pelos governos de Tripoli e Ancara são nulos e sem efeito. Portanto, como europeus, esperamos que a Alemanha imponha e expresse a posição europeia na reunião de Berlim".

Angela Merkel convocou, para o próximo domingo, uma conferência com o objetivo de lançar o diálogo na Líbia. Atenas repetiu ao General Haftar que vai vetar qualquer acordo da União Europeia sobre a Líbia se não for reconhecida a nulidade do memorando.

Desde abril, Khalifa Haftar lidera uma ofensiva militar contra o governo de Fayez al-Sarraj reconhecido pela ONU. No inicio da semana, o general abandonou as conversações de paz em Moscovo promovidas pela Rússia e pela Turquia.

Vladimir Putin continua empenhado em resolver o conflito e vai participar no encontro de Berlim.