Última hora
This content is not available in your region

Microsoft quer ter pegada de carbono negativa até 2030

euronews_icons_loading
Microsoft quer ter pegada de carbono negativa até 2030
Direitos de autor  -
Tamanho do texto Aa Aa

A Microsoft anunciou que vai ter uma pegada de carbono negativa até 2030. Isto é, na próxima década, a empresa terá de eliminar da atmosfera mais dióxido de carbono do que aquele que produz.

Microsoft

Para a gigante tecnológica a neutralidade não é suficiente e o compromisso vai mais longe: até 2050, a companhia quer eliminar todo o carbono que produziu desde a fundação, em 1975.

Outra das medidas anunciadas no blogue da Microsoft foi a doação de mil milhões de dólares, quase 900 milhões de euros, a um fundo para inovação climática, tendo em vista o desenvolvimento de tecnologias que reduzam as emissões de carbono.