Última hora
This content is not available in your region

Pequim fecha mais cidades face ao coronavírus

euronews_icons_loading
Pequim fecha mais cidades face ao coronavírus
Direitos de autor
The Paper via AP
Tamanho do texto Aa Aa

Controlos de temperatura, nomeadamente através de "câmaras térmicas", fazem parte das medidas adoptadas por vários aeroportos internacionais para verificar passageiros provenientes de áreas da China onde foram identificados casos de coronavírus.

Depois de encerrarem as redes de transportes da cidade de Wuhan, com mais de 500 casos confirmados da doença, que já fez 17 vítimas mortais, as autoridades chinesas adotaram medidas semelhantes noutras duas cidades vizinhas, Huanggang e Ezhou, para tentar conter a propagação do coronavírus.

O porta-voz da diplomacia chinesa, Geng Shuang, afirmou que "com uma atitude de transparência e grande responsabilidade [...] a China vai continuar a relatar a situação à Organização Mundial de Saúde, bem como aos países e regiões relevantes, como Hong Kong, Macau e Taiwan, atempadamente e em estreita comunicação com eles".

Tanto Hong Kong como Macau, ambas as regiões com dois casos detetados, anularam várias festividades previstas para o Ano Novo chinês.

O professor Paul Tambyahr, da Universidade Nacional de Singapura, diz que "ao ritmo que os novos casos são anunciados, estamos a caminho de uma epidemia semelhante à do SARS, mas espera-se que, com os avanços tecnológicos, possa ser contida, registando-se muito menos do que os 8000 casos de 2003."

Para além do território chinês e de Taiwan, já foram registados casos de coronavírus na Coreia do Sul, na Tailândia, no Japão e nos Estados Unidos.

O aeroporto de Dubai, que se prepara para ver passar "milhares" de chineses por ocasião do Ano Novo Lunar, celebrado no dia 25, decidiu submeter todos os passageiros provenientes do país a controlos estritos acompanhados por equipas médicas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.