Última hora
This content is not available in your region

Domingo de vigília na Tailândia após massacre em centro comercial

euronews_icons_loading
Domingo de vigília na Tailândia após massacre em centro comercial
Direitos de autor  Sakchai Lalitkanjanakul
Tamanho do texto Aa Aa

Domingo de vigília na Tailândia, depois de um tiroteio sem precedentes. O massacre cometido por um soldado no noroeste do país fez vinte e nove vítimas mortais.

Depois de uma noite de tiros num centro comercial, as forças de elite conseguiram abater o agressor barricado no edifício, depois de longas horas de operação.

Centenas de pessoas reuniram-se em Nakhon Ratchasima, a nordeste de Banguecoque. Juntaram-se aos monges em oração e acenderam velas em memória das vítimas.

Um dia normal de compras num sábado movimentado transformou-se num cenário de terror. O soldado fazia publicações nas redes sociais enquanto disparava sobre os civis.

Segundo as autoridades o homem de 32 anos, Jakraphanth Thomma, estaria revoltado devido a conflitos pessoais. Após o cerco, a polícia recolheu provas e deu início a uma investigação para conhecer as motivações exatas do agressor.