Última hora
This content is not available in your region

Forte aumento nos casos de coronavírus na China

euronews_icons_loading
Forte aumento nos casos de coronavírus na China
Direitos de autor  The Associated Press. All rights reserved   -   Andy Wong
Tamanho do texto Aa Aa

Crescem os receios de que a gravidade da epidemia do coronavírus tenha sido subestimada.

O número de mortes e infeções registados na província chinesa de Hubei, epicentro da epidemia do agora chamado Covid-19, disparou, depois das autoridades sanitárias terem adotado novos métodos de diagnóstico, como a tom ografia. Uma simples radiografia pulmonar pode, a partir de agora, ser suficiente para diagnosticar a presença do vírus.

Assim, foram registadas 242 mortes em 24 horas, de longe o maior aumento num único dia desde o início da crise. A China anunciou também um aumento recorde de quase 15.000 contaminações suplementares.

Os novos números elevam a mais de 1300 mortos e 60.000 infetados o balanço do Covid-19 na China.

A situação é também preocupante a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess, em quarentena no Japão.

O ministro japonês da saúde anunciou 44 novos casos de infeção a bordo, elevando para 218 o número de passageiros e tripulantes afetados. A angústia é grande entre os ocupantes do navio, já que até ao momento apenas 713 das mais de 3500 pessoas a bordo foram testadas, devido às capacidades limitadas para efetuar os exames e as 4 a 6 horas necessárias para obter os resultados. A maior parte dos passeiros tem mais de 60 anos de idade.