Última hora
This content is not available in your region

Estados Unidos anunciam "acordo" com talibãs

euronews_icons_loading
Estados Unidos anunciam "acordo" com talibãs
Direitos de autor  Quelle: AP
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos e os Talibãs chegaram a acordo sobre uma trégua temporária de uma semana. Se a iniciativa for bem sucedida, pode abrir caminho para a retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão e para o fim de 18 anos de guerra.

O acordo de paz exige negociações entre afegãos dos dois lados do conflito, um eventual cessar-fogo em todo o país e o compromisso por parte dos Talibãs de que o grupo não vai abrigar terroristas.

Esta sexta-feira, o secretário de Estado e o secretário da Defesa norte-americanos encontraram-se com o presidente afegão, Ashraf Ghani, à margem do Fórum Internacional de Segurança, em Munique.

euronews

Mark Esper sublinhou que "a abordagem de Washington não é definitiva e que é baseada em condições". O secretário da Defesa norte-americano revelou que, "no caso da trégua continuar, os Estados Unidos vão fazer uma avaliação progressiva e contínua tendo em conta os avanços deste processo".

No ano passado, durante vários meses, os Estados Unidos e os talibãs negociaram um tratado de paz que, segundo os rebeldes, já estava finalizado quando o presidente americano cancelou as conversações. Donald Trump abandonou o diálogo em setembro, depois de um atentado em Cabul.

Os talibãs chegaram ao poder no Afeganistão em 1990 mas foram derrubados pelos Estados Unidos em 2001. Desde aí, fazem ataques constantes contra civis e contra interesses estrangeiros no país.