Última hora
This content is not available in your region

Noites de Leonardo da Vinci no Museu do Louvre

euronews_icons_loading
Noites de Leonardo da Vinci no Museu do Louvre
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Numa iniciativa inédita, o Museu do Louvre, em Paris, abre as portas durante as noites de 21, 22 e 23 de fevereiro. O objetivo é permitir que mais pessoas consigam visitar a exposição sobre Leonardo da Vinci. A mostra foi inaugurada em outubro e assinala os 500 anos da morte do mestre do Renascimento.

"Desde o início, antecipámos o êxito desta exposição. Está patente há 4 meses, o que é excecional. É por isso que abrimos sábado e domingo à noite, o que não é costume no museu do Louvre. Tínhamos de permitir a vinda de pessoas que não conseguiram fazer reservas. Daí a ideia de abrir à noite", refere o diretor do Museu do Louvre, Jean-Luc Martinez.

A exposição reúne mais de 160 obras de Leonardo da Vinci, provenientes de coleções espalhadas por todo o mundo como, por exemplo, da Casa Real britânica, do Museu Britânico, do Hermitage de São Petersburgo e do Vaticano.

Fora da mostra ficou a Mona Lisa, que ficou na sua sala habitual, no Museu do Louvre.

A entrada, durante as três noites é gratuita, no entanto terá de ser feita uma reserva na internet.

Estão disponíveis mais de 30 mil bilhetes.