This content is not available in your region

Grand Slam de Judo de Düsseldorf: mais sucesso para o Japão e ouro para o jovem Tato Grigalashvili

Access to the comments Comentários
De  Monica Carlos
euronews_icons_loading
Grand Slam de Judo de Düsseldorf: mais sucesso para o Japão e ouro para o jovem Tato Grigalashvili
Direitos de autor  IJF

Segundo dia do Grand Slam de Judo de Düsseldorf, dia da cerimónia oficial de abertura da prova, que decorreu em clima de festa e em que as crianças foram as protagonistas.

A Mulher do Dia

No tatami, a nipónica a competir em -63kg, Miku Tashiro, sagrou-se a nossa Mulher do Dia. A judoca despachou as adversárias nos preliminares com uma variedade de Tachi waza e Ne waza.

Depois de derrotar a austríaca Kathrin Unterwurzacher na meia-final, Tashiro defrontou na disputa pelo ouro a eslovena campeã mundial e olímpica Tina Trstenjak. Com um histórico de vitórias entre as duas de 9-0 para Tashiro, a japonesa estava confiante e somou fácilmente mais um triunfo.

O presidente da Federação Internacional de Judo, Marius Vizer, apresentou as medalhas da categoria.

"A Tina Trstenjak é uma judoca realmente poderosa e atacou com força, especialmente no início do combate. Mas consegui manter a compostura e alcançar a vitória, por isso estou muito feliz."
Miku Tashiro

Mais ouro para o Japão

O japonês campeão olímpico e mundial em -73 kg, Shohei Ono, esteve na sua melhor forma, derrotando o italiano campeão olímpico Fabio Basile a caminho da final com um notável contra-ataque.

Na final, esperava-o o sul-coreano Campeão do Mundo de 2018, Changrim An. Com um histórico de vitórias entre os dois de 5-0 a favor de Ono, o favorito nipónico confirmou mais uma vez o seu domínio, vencendo de forma inteligente, por Waza-ari.

Os judocas foram condecorados pelo vice-presidente da Federação Internacional de Judo e presidente da União Europeia de Judo, Sergey Soloveychik.

"Fazer frente a tantos judocas fortes é realmente difícil para mim mas, por outro lado, desafiar e competir com os melhores judocas é a minha grande paixão. Quero continuar os meus preparativos até os Jogos Olímpicos e conquistar o meu segundo título, tal como fiz hoje."
Shohei Ono

Na final de -70 kg, a japonesa campeã mundial de 2018, Chizuru Arai, venceu a jovem belga Gabriella Willems, com um oportuno Waza-ari.

O triunfo de Tato Grigalashvili

Em -81kg, o russo campeão olímpico Khasan Khalmurzaev foi superado pela potência georgiana Tato Grigalashvili, que conquistou a sua primeira medalha de ouro num Grand Slam.

O Movimento do Dia

O nosso Movimento do Dia coube ao judoca mongol Tsogtbaatar Tsend-Ochir, no combate pelo bronze em -73kg frente ao sueco Tommy Macias. O sueco tentou o Kosoto-gari, mas Tsend-Ochir respondeu com Ouchi.

A seleção portuguesa

Os portugueses Nuno Saraiva e Jorge Fernandes foram eliminados este sábado na competição da categoria de -73 kg.

Jorge Fernandes (98.º do 'ranking' mundial) ainda venceu o cubano Magdiel Estrada, por Ippon, mas perdeu na segunda ida ao tatami, frente ao alemão Igor Wandtke.

O judoca Nuno Saraiva (66.º) perdeu logo na estreia, perante o suíço Nils Stump, por Waza-ari.

Portugal participa na prova com 10 atletas. No domingo competem em Düsseldorf Patrícia Sampaio e Yahima Ramirez (ambas em -78 kg), Tiago Rodrigues (-90 kg) e o campeão mundial Jorge Fonseca (-100 kg).