Última hora
This content is not available in your region

Grand Slam de Judo de Düsseldorf: mais sucesso para o Japão e ouro para o jovem Tato Grigalashvili

euronews_icons_loading
Grand Slam de Judo de Düsseldorf: mais sucesso para o Japão e ouro para o jovem Tato Grigalashvili
Direitos de autor  IJF
Tamanho do texto Aa Aa

Segundo dia do Grand Slam de Judo de Düsseldorf, dia da cerimónia oficial de abertura da prova, que decorreu em clima de festa e em que as crianças foram as protagonistas.

A Mulher do Dia

No tatami, a nipónica a competir em -63kg, Miku Tashiro, sagrou-se a nossa Mulher do Dia. A judoca despachou as adversárias nos preliminares com uma variedade de Tachi waza e Ne waza.

Depois de derrotar a austríaca Kathrin Unterwurzacher na meia-final, Tashiro defrontou na disputa pelo ouro a eslovena campeã mundial e olímpica Tina Trstenjak. Com um histórico de vitórias entre as duas de 9-0 para Tashiro, a japonesa estava confiante e somou fácilmente mais um triunfo.

O presidente da Federação Internacional de Judo, Marius Vizer, apresentou as medalhas da categoria.

"A Tina Trstenjak é uma judoca realmente poderosa e atacou com força, especialmente no início do combate. Mas consegui manter a compostura e alcançar a vitória, por isso estou muito feliz."
Miku Tashiro

Mais ouro para o Japão

O japonês campeão olímpico e mundial em -73 kg, Shohei Ono, esteve na sua melhor forma, derrotando o italiano campeão olímpico Fabio Basile a caminho da final com um notável contra-ataque.

Na final, esperava-o o sul-coreano Campeão do Mundo de 2018, Changrim An. Com um histórico de vitórias entre os dois de 5-0 a favor de Ono, o favorito nipónico confirmou mais uma vez o seu domínio, vencendo de forma inteligente, por Waza-ari.

Os judocas foram condecorados pelo vice-presidente da Federação Internacional de Judo e presidente da União Europeia de Judo, Sergey Soloveychik.

"Fazer frente a tantos judocas fortes é realmente difícil para mim mas, por outro lado, desafiar e competir com os melhores judocas é a minha grande paixão. Quero continuar os meus preparativos até os Jogos Olímpicos e conquistar o meu segundo título, tal como fiz hoje."
Shohei Ono

Na final de -70 kg, a japonesa campeã mundial de 2018, Chizuru Arai, venceu a jovem belga Gabriella Willems, com um oportuno Waza-ari.

O triunfo de Tato Grigalashvili

Em -81kg, o russo campeão olímpico Khasan Khalmurzaev foi superado pela potência georgiana Tato Grigalashvili, que conquistou a sua primeira medalha de ouro num Grand Slam.

O Movimento do Dia

O nosso Movimento do Dia coube ao judoca mongol Tsogtbaatar Tsend-Ochir, no combate pelo bronze em -73kg frente ao sueco Tommy Macias. O sueco tentou o Kosoto-gari, mas Tsend-Ochir respondeu com Ouchi.

A seleção portuguesa

Os portugueses Nuno Saraiva e Jorge Fernandes foram eliminados este sábado na competição da categoria de -73 kg.

Jorge Fernandes (98.º do 'ranking' mundial) ainda venceu o cubano Magdiel Estrada, por Ippon, mas perdeu na segunda ida ao tatami, frente ao alemão Igor Wandtke.

O judoca Nuno Saraiva (66.º) perdeu logo na estreia, perante o suíço Nils Stump, por Waza-ari.

Portugal participa na prova com 10 atletas. No domingo competem em Düsseldorf Patrícia Sampaio e Yahima Ramirez (ambas em -78 kg), Tiago Rodrigues (-90 kg) e o campeão mundial Jorge Fonseca (-100 kg).