Última hora
This content is not available in your region

Coronavírus: Países vizinhos de Itália reforçam vigilância nas fronteiras

euronews_icons_loading
Coronavírus: Países vizinhos de Itália reforçam vigilância nas fronteiras
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Os países vizinhos de Itália estão a reforçar as medidas de vigilância nas fronteiras à medida que o surto do novo coronavírus se agrava na península. Na Croácia e na Eslovénia realizaram-se reuniões ministeriais de urgência. As autoridades austríacas suspenderam todo a circulação de comboios de e para a Itália no domingo, depois de surgir a informação de que dois passageiros apresentavam sintomas do novo coronavírus.

O Ministério do Interior da Áustria avançou que o comboio passou na cidade italiana de Veneza antes de atravessar a fronteira.

Em França, os passageiros que chegaram de autocarro a Lyon esta segunda-feira, vindos de Milão, foram mantidos a bordo depois de o motorista ter sido hospitalizado com sintomas semelhantes aos provocados pelo novo coronavírus.

A polícia montou um cordão de segurança à volta do autocarro na estação de Perrache.

Entretanto, Itália propôs que se realizasse uma reunião de ministros da Saúde de países que fazem fronteira com a península para determinar "linhas de ação comuns" diante da epidemia de coronavírus.

A União Europeia, no âmbito do espaço Schengen, parece não querer, para já avançar com o controlo obrigatório nas fronteira por isso, começam a ser analisadas medidas individuais.

De qualquer forma, as autoridades lembram que, para já, a Organização Mundial da Saúde ainda não nos recomendou impor restrições de viagem ou comerciais.